Atualizado em 21/02/2017 15:35:45
Rua General Daltro Filho, 772 - CEP 97.900-000 | Telefones: (55) 3359 1613 | E-Mail: contato@uricl.com.br
Logo URI Cerro Largo
Variação Comparativa do custo da Cesta Básica tradicional e saudável, ofertada pelos supermercados do Município de Cerro Largo/RS
NOTÍCIAS
Encontre artigos com assuntos específicos utilizando a caixa de busca abaixo. Digite o termo e tecle ENTER.
Publicado em 31/01/2017 08:58:50
por Ivana Ten Cathen Schnorrenberger
Final de ano com preços dos alimentos estabilizados em Cerro Largo – RS
Bolsista: Jéssica Rosin / Orientador: Fábio Germano Nedel
Vizualizada por 206 pessoas.
No mês de dezembro houve pequena variação nos gastos totais com as cestas básicas, ocorrendo elevação no preço da cesta tradicional e queda no preço da cesta saudável.

Um dos causadores desse aumento foi o leite, que teve aumento de 8,91%, totalizando R$ 3,30 a mais. No mercado atacadista, considerando a média de todos os produtos pesquisados pela Scot Consultoria, os preços dos lácteos estabilizaram em dezembro. De maneira geral, a maior movimentação por parte do varejo, devido aos estoques baixos e a queda na produção leiteira na região sul do Brasil, colabora para este cenário de preços mais firmes no mercado de leite.

De acordo com os avicultores entrevistados pelo Agrolink, o mercado de ovos está bastante aquecido e a oferta está reduzida, com este cenário a demanda por este item não consegue ser suprida em parte das localidades acompanhadas. Com isso, o preço dos ovos obteve inflação de, em média, 2,60% em ambas as cestas.

Houve aumento também nos preços da banana e da maçã, segundo o Informativo Conjuntural da Emater/ RS, devido à demanda aquecida e à produção de melhor qualidade desses frutos em função da época. A banana sofreu inflação de 8,59% e a maçã de 6,09% em ambas as cestas.
Em contrapartida, segundo o Agrolink, mesmo com a oferta de laranjas limitada, a concorrência com frutas comumente ofertadas no mês de dezembro mantém o mercado de laranja in natura desaquecido. Com isso, constatou-se queda de 10,53% no preço da laranja no mês de dezembro.

Constatou-se também, segundo o Informativo Conjuntural da Emater/ RS, elevada produção de repolho no mês de dezembro, o que fez com que a oferta ficasse muito acima da demanda e, em consequência, fez os preços deste item caírem 9,27%. Cenário semelhante ocorreu com a cebola, a qual teve atividade intensa de colheita e oferta elevada, fazendo seus preços caírem 18,69% na cesta tradicional e 28,83% na saudável.

Conforme o Informativo Conjuntural da Emater/ RS, com poucos compradores e vendedores ativos no mercado, o preço do arroz sofreu uma leve queda de 3,69% no mês de dezembro.

Analisando o custo total das duas cestas básicas, percebeu-se o aumento de 0,60% na esta básica tradicional, totalizando R$ 3,45 gastos a mais e, em contrapartida, constatou-se que a cesta básica saudável sofre deflação de 0,52%, passando a custar R$ 2,17 a menos do que no mês anterior. Com esses resultados, a cesta saudável que, além de ser constituída de menos carne e mais frutas e verduras,  ficou ainda mais vantajosa economicamente, sendo que para adquiri-la o consumidor precisou desembolsar R$ 165,75 a menos do que na cesta tradicional.